Cidade
Buscar por
Não encontrou o que procura? Atualizar meu cadastro
  • Yes Telefonia e segurança
  • Digibel
  • Editora Jornal de Beltrão S/A

Com uma boa reforma o sofá velho ganha cara de novo

06/09/2011 | por Jornal de Beltrão
Poltronas ficaram novas depois da reforma.

Seja qual for o estilo da sala, não importa se o ambiente é moderno ou retrô, uma peça é fundamental para compor qualquer estilo: o sofá. É ele que dá destaque ao cômodo e é nele que as pessoas passam boa parte do dia enquanto estão de folga em casa. Mas nem toda resistência do mundo e cuidados com a manutenção vão evitar o desgaste natural do móvel. Um dia, aquele sofá lindo fica velho; e aí?

Ricardo de Morais

Antes de investir numa peça novinha, muitos consumidores desejam mesmo é recuperar o antigo sofá. Esse trabalho é feito por especialistas que dão vida ao sofá velho depois de uma bela reforma. De acordo com Ricardo de Morais, gerente de produção da fábrica da Jardim Decorações — localizada no Distrito Industrial Irineu Montemezzo —, é possível reformar todos os sofás, em qualquer estado. “Aqui na loja fazemos a recuperação dos estofados. Mas o primeiro passo é fazer o orçamento e analisar o tipo do sofá que precisa ser reformado”, comenta.

Antes de iniciar o trabalho, os funcionários da fábrica vão até a casa do cliente. Analisam o tamanho do estrago do sofá, suas medidas e tudo que precisa ser feito para deixá-lo novo. “Depois a pessoa vai até a loja para escolher o tecido que irá compor o sofá novamente e então conseguimos dar o preço final da reforma.”

Sofá totalmente diferente

Com a vida útil recuperada, os sofás podem também ganhar novo design. Conforme Ricardo, toda a estrutura pode ser modificada durante a reforma. Sofás que não tinham pés e que eram compostos por almofadas soltas podem receber pés de inox e almofadas fixas, por exemplo. “Para deixar o sofá novo o trabalho começa na fábrica, com profissionais qualificados”, enfatiza o gerente.

O serviço para reformar um sofá é minucioso. Começa pela base e pela análise da espuma. Segundo Ricardo, a manutenção é quase sempre completa. “As molas também são trocadas e é preciso averiguar com cautela a armação da madeira, que deve ser bitolada.”

Os sofás reformados podem até incluir chaise em seu novo formato. Basta que a sala do proprietário seja compatível com o modelo. Um sofá menor pode ficar maior e vice-versa. 

Mas para ter o móvel novinho o dono terá que esperar de oito a dez dias. “Um estofado de boa qualidade é feito para durar por muitos anos, aliás, sofá é feito para ser usado muito e claro que sofre desgastes com o tempo. Mas depois da reforma a vida útil é de até 15 anos”, salienta. 

Beleza com preço acessível

O trabalho para reformar um sofá é minucioso. Demora em
média dez dias. Depois, o estofado dura anos e anos.

Vale a pena investir numa reforma, diz o gerente. Um sofá velho pode ganhar nova roupagem e deixar a sala linda novamente sem pesar muito no bolso do consumidor. Esse caminho é escolhido por várias pessoas que não têm condições de comprar um estofado novo na loja. “Cobramos o valor da mão de obra e o preço do tecido; os custos são bem menores e o benefício é garantido.”

Poltronas e cadeiras velhas também passam por uma reciclagem nas fábricas de reformas. Mas é preciso cuidado na hora de contratar os profissionais, para evitar incômodos.

Sofás sob medida para realizar seu desejo

Os sofás podem se adaptar a qualquer ambiente. 

Os estofados feitos sob medida estão em alta. De acordo com Ricardo, existe um sofá para cada tipo de sala: há aqueles construídos especialmente para salas de TV ou home theater, que devem ter uma espuma mais mole para proporcionar conforto a quem vai passar horas assistindo filmes, por exemplo.

Sofás em L caem muito bem em espaços grandes, especialmente porque não atrapalham a circulação. Em salas pequenas também podem se adaptar sofás feitos sob medida, porque não comprometem o estilo do ambiente.

“Esses estofados têm uma função primordial: aproveitar de maneira eficiente o espaço disponível no cômodo. A maioria dos modelos é reto com canto retrátil, são reclináveis e têm chaise”, observa Ricardo. Feitos sob encomenda, os sofás podem ser fabricados com medidas especiais, atendendo os gostos e possibilidades financeiras dos clientes. “Estou nessa profissão há 35 anos e com o tempo vamos orientando os funcionários e seguindo as tendências no setor de estofaria. Hoje restauramos sofás antigos que ficam totalmente novos e ninguém diz que um dia era um estofado velho. Hoje as fábricas oferecem materiais de qualidade e com qualificação é possível costurar qualquer tipo de tecido e transformar sofás.”

Outras notícias

Mais notícias
  • METALBEL ALUMINIOS LTDA

Editora Jornal de Beltrão S/A Copyright ©2011    Desenvolvimento: CEICOM